Destaques

Últimas Notícias

DADOS DO IR MOSTRAM QUE SUPER-RICOS TÊM MAIS ISENÇÕES E PAGAM MENOS IMPOSTO NO BRASIL

Terça, 25 Junho 2019

Quanto maior a faixa de renda, maior é a parcela de rendimentos isentos, o que faz com que o topo da pirâmide pague uma alíquota efetiva menor. Faixa mais alta de renda paga

CONTAS JUDICIAIS TÊM R$ 100 MILHÕES ABANDONADOS EM SP, DIZ TRIBUNAL DO TRABALHO

Terça, 25 Junho 2019

TRT-2 criou força-tarefa para identificar donos dos depósitos e entregar valores (Marina Estarque)

LUCRO DA CAIXA SOBE 23% NO PRIMEIRO TRIMESTRE E CHEGA A R$ 3,9 BILHÕES

Terça, 25 Junho 2019

'Foi surpresa positiva', avalia Pedro Guimarães, presidente do banco (Luana Pavani)

CAIXA PODE DEVOLVER ATÉ R$ 20 BI AO TESOURO

Terça, 25 Junho 2019

 Depois de reverter prejuízo, banco pretende devolver recursos tomados do governo antes do prazo (Eduardo Rodrigues e Luana Pavani)

Buscar Notícias

Newsletter

Receba notícias importantes em seu e-mail.

Temos 17 visitantes e Nenhum membro online

O Sindicato dos Bancários da Paraíba, através dos diretores Sivaldo Torres, Bertolúcia Mariz e Genário Moreira, acompanhou a reintegração da bancária Geisa Oliveira aos quadros do Banco Santander, na agência Guarabira, em cumprimento à sentença do Juiz do Trabalho José Guilherme Marques, da Vara do Trabalho de Guarabira, nesta segunda-feira (1°). 

O banco foi sentenciado a reintegrar a funcionária demitida em gozo de licença-saúde para tratamento de doença ocupacional, sob pena de multa diária no valor de R$ 500,00, em caso de descumprimento da medida judicial.

O diretor responsável pelo Jurídico do Sindicato, Jurandi Pereira, destacou mais esta vitória dos trabalhadores ante à prepotência dos banqueiros e a atuação tempestiva do escritório Marcelo Assunção e Advogados Associados na condução de mais uma ação que devolve o emprego e a dignidade a uma trabalhadora que adoeceu para aumentar os lucros de quem a demitiu injustamente.

“Ao tempo que lamentamos essa atitude mesquinha do banco espanhol, que quanto mais lucra mais demite, aplaudimos a Justiça do Trabalho que tem atuado com esmero na interpretação do direito e na análise dos fatos para devolver aos trabalhadores a dignidade, ao reparar as injustiças cometidas pelos bancos. 

E que essa vitória da classe trabalhadora sirva de exemplo para a categoria sobre a importância de se ter um Sindicato forte e atuante em defesa dos interesses dos seus associados”, concluiu Jurandi Pereira. (Fonte: Seeb PB)