Destaques

Últimas Notícias

TAMBÉM É UM TORMENTO SER EMPREGADO, DIZ PROCURADOR-GERAL DO TRABALHO

Terça, 18 Dezembro 2018

O procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, afirmou que também é um tormento ser empregado no Brasil, após o presidente eleito, Jair Bolsonaro, ter voltado a dizer que é muito difícil ser empresário.

BANCOS DO NORDESTE E DA AMAZÔNIA TERÃO HEADHUNTER

Terça, 18 Dezembro 2018

 

Plano de ajuste da Caixa já foi alvo de ataques de partidos que lotearam cargos Foto: Werther Santana/Estadão

BRADESCO NÃO VAI FECHAR CAPITAL DA CIELO, DIZ PRESIDENTE DO BANCO

Terça, 18 Dezembro 2018

Maior empresa de meios de pagamentos eletrônicos do país, Cielo tem sofrido os efeitos do aumento da concorrência no setor.

EM ACORDO, TST TROCA REGRA EXTINTA NA REFORMA TRABALHISTA POR BÔNUS

Terça, 18 Dezembro 2018

Pagamento por trajeto entre casa e empresa é atrelado a assiduidade; Vale e sindicatos aceitam (Arthur Cagliari)

Buscar Notícias

Newsletter

Receba notícias importantes em seu e-mail.

Temos 112 visitantes e Nenhum membro online

 

 


Projeto que flexibiliza a legislação trabalhista foi aprovado pelo Plenário da Câmara. Críticos da proposta veem nela o maior ataque aos direitos trabalhador brasileiro na história.

Reforma trabalhista – A Câmara dos Deputados aprovou em 26 de abril de 2017 o Projeto de Lei (PL) 6.787/16, que acaba com a carteira assinada, por 296 votos a 177. No senado, o texto chegou como Projeto de Lei da Câmara (PLC) 38/17 e passou por 50 votos contra 26.

Terceirização sem limites – Junto com a reforma trabalhista, outro golpe contra os direitos da classe trabalhadora foi a terceirização sem limites, aprovada em março de 2017 por 232 votos a favor contra 188 por meio do PL 4.302/98.

Veja como votaram os parlamentares do Paraná em relação a reforma trabalhista.