Destaques

Últimas Notícias

GUEDES ASSUMIRÁ FUNÇÕES DO TRABALHO E APROFUNDARÁ FLEXIBILIZAÇÃO DE DIREITOS

Segunda, 12 Novembro 2018

O rearranjo ministerial integra um conjunto de mudanças planejadas pelos assessores de Bolsonaro dentro de um projeto maior que prevê o aprofundamento da reforma trabalhista

REFORMA TRABALHISTA FOI A MAIOR PROPAGANDA ENGANOSA DO GOVERNO TEMER

Segunda, 12 Novembro 2018

Baseado nos argumentos utilizados pelo governo Michel Temer, por deputados federais e senadores de sua base de sustentação e por associações empresariais para defender a aprovação da Reforma Trabalhista,

UM ANO DE VIGÊNCIA DA REFORMA TRABALHISTA, NÃO GEROU EMPREGO E PRECARIZOU TRABALHO

Segunda, 12 Novembro 2018

Lei Trabalhista de Temer só gerou emprego indecente, sem carteira, sem direitos

CAMPANHA JÁ SUPERA 2 MILHÕES DE ASSINATURAS CONTRA AUMENTO DE SALÁRIO DO STF

Segunda, 12 Novembro 2018

A iniciativa foi feita pelo Partido Novo, que também peticionou o presidente Michel Temer contra o aumento

Buscar Notícias

Newsletter

Receba notícias importantes em seu e-mail.

Temos 89 visitantes e Nenhum membro online

O Conselho Diretor da Caixa aprovou em setembro a criação do Banco Digital e o acordo operacional para a comercialização de produtos por esse meio, entre eles cartões de crédito, crédito rotativo, operações de empréstimos.

A comercialização será realizada por empresa não financeira, joint venture constituída pela Money Ex (51% do capital) e CaixaPar (49% do capital).

Tal iniciativa conclui projeto cuja discussão se iniciou na Caixa em maio de 2016.

O investimento inicial será de R$ 270 milhões. Avaliação econômico-financeira estima que o negócio valerá a seus sócios mais de R$ 660 milhões. O acordo entre a Caixa e a joint venture tem prazo inicial de 10 anos, permitidas renovações indefinidamente. Cancelamento antecipado impõe à Caixa, se for dela a iniciativa da rescisão, multa de duas vezes o valor do investimento realizado. A remuneração da atividade à joint venture será definida conforme produto comercializado.

Money Ex

Empregados que conhecem a operação, consultados a respeito, avaliam que o Conselho Diretor aprovou, em verdade, a transferência de importantes segmentos de negócios da Caixa a uma empresa com controle privado e, mais ainda, o controle do que vem se caracterizando como principal meio de acesso do cliente ao banco.

Fontes da Caixa informam que a Money Ex foi escolhida por grupo de trabalho constituído pela presidência do banco e coordenado pela própria CaixaPar. O projeto contaria ainda com um terceiro sócio privado, mas a busca foi infrutífera.

A Money Ex tem entre seus sócios Guilherme Stocco Filho, ex-diretor do Banco Original. O Banco Original é controlado pela J&F Participações, holding que abriga a JBS, empresa do mercado de produtos de origem animal. O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles foi presidente do conselho de administração da J&F, mantendo contrato de consultoria até ser indicado por Michel Temer para o ministério em maio de 2016.

Ofício
A APCEF/SP enviou à direção da Caixa ofício solicitando esclarecimentos sobre o tema, para conferir clique aqui. (Fonte: APCEF/SP)