Para o lugar do banqueiro, foi nomeado Luiz Carlos Trabuco Cappi, atual presidente do Bradesco; novo chefe executivo deve ser nomeado em março.

O Bradesco anunciou nesta terça-feira (10) que o banqueiro Lázaro de Mello Brandão (foto), atualmente com 91 anos, renunciou ao cargo de presidente do Conselho de Administração da companhia, "bem como das funções que exerce em todas as suas controladas".

Para o lugar de Brandão foi nomeado Luiz Carlos Trabuco Cappi, até então vice-presidente do órgão e atual diretor-presidente do Bradesco.

O Bradesco informou que Trabuco acumulará os cargos até a primeira reunião do colegiado após a assembleia geral de acionistas, prevista para março de 2018, quando então será eleito o novo presidente executivo do segundo maior banco privado do país.

Trajetória de Brandão 

Brandão estava no comando do conselho do Bradesco desde fevereiro de 1990. Seu ingresso na empresa foi como como escriturário, tendo sua carteira assinada em 1º de setembro de 1942.

Degrau por degrau, Brandão passou por todas as áreas do banco fundado pelo mítico bancário Amador Aguiar. A cada escalada, foi assumindo cargos de gestão. Em 1963, foi nomeado diretor. Passados 14 anos, já em 1977, assumiu a vice-presidência.

A ascensão ao cargo máximo do banco ocorreu em apenas quatro anos. Em 1981, Amador Aguiar passou a Brandão a presidência executiva do Bradesco. Em 1990, transferiu ao seu pupilo a responsabilidade de comandar, também, o Conselho de Administração do banco.

Brandão acumulou os dois cargos de presidente – executivo e do Conselho – até 1999, quando Márcio Artur Laurelli Cypriano assumiu a presidência executiva do banco, ficando no cargo até 2009, quando Trabuco assumiu o posto.

Em 2016, ao completar nove décadas de vida, 74 anos de Bradesco e 35 no alto comando do banco, Brandão afirmou que aposentar-se era uma necessidade iminente, mas um desejo longínquo.

O comunicado desta terça não informa o motivo da renúncia, mas destaca que Brandão continuará atuando como conselheiro dos controladores do Bradesco. "O senhor Brandão permanecerá na Presidência do Conselho de Administração das sociedades controladoras do Bradesco, transmitindo seus ensinamentos e experiência acumulados ao longo desses mais de 75 anos de vida profissional dedicados exclusivamente à Organização, com magníficos exemplos de trabalho, honradez e ética".

Confira abaixo a íntegra do fato relevante divulgado pelo Bradesco

O Banco Bradesco S.A. (“Bradesco” ou “Sociedade”) comunica aos seus acionistas, clientes, funcionários e ao mercado em geral que o senhor Lázaro de Mello Brandão apresentou, nesta data, carta de renúncia ao cargo de Presidente do Conselho de Administração do Bradesco, bem como das funções que exerce em todas as suas controladas.

O senhor Brandão iniciou sua carreira em 1942 na Casa Bancária Almeida & Cia., instituição financeira que, em 1943, se transformou no Banco Brasileiro de Descontos S.A., atual Banco Bradesco S.A., passando por todos os escalões da carreira bancária. Foi Presidente da Diretoria de janeiro de 1981 a março de 1999, assumindo a Presidência do Conselho de Administração em fevereiro de 1990, sempre respeitado pelos inúmeros segmentos das sociedades brasileira e internacional.

Durante todo esse tempo manteve com maestria a “Cultura” e os “Valores” da Organização Bradesco, onde o desenvolvimento e o aprimoramento das ações da Instituição são um dever constante, enriquecido pelo aconselhamento permanente de seus colegiados, revelando que o principal interesse é a vida e prosperidade da Sociedade e a realização de seus objetivos para com a Comunidade em geral.

O senhor Brandão permanecerá na Presidência do Conselho de Administração das sociedades controladoras do Bradesco, transmitindo seus ensinamentos e experiência acumulados ao longo desses mais de 75 anos de vida profissional dedicados exclusivamente à Organização, com magníficos exemplos de trabalho, honradez e ética.

Para substituí-lo na presidência do Conselho de Administração do Bradesco foi nomeado o senhor Luiz Carlos Trabuco Cappi, até então Vice-Presidente do Órgão e atual Diretor-Presidente do Banco. Seus méritos são indiscutíveis. Sua competência e eficiência estão traduzidas na superação diária das adversidades diante de um mercado cada vez mais competitivo e um ambiente econômico repleto de desafios.

Como líder do principal Órgão do sistema de governança, a ele caberá a missão de, em conjunto com os demais membros, estabelecer as diretrizes estratégicas do Bradesco, sempre prezando pela “Cultura” e “Valores” da Organização.

O senhor Luiz Carlos Trabuco Cappi acumulará os cargos de Presidente do Conselho de Administração e de Diretor-Presidente do Bradesco até a primeira reunião do Órgão que se realizar após a Assembleia Geral Ordinária prevista para março de 2018, quando então será eleito o novo Diretor-Presidente da Sociedade, de modo a atender ao disposto no Parágrafo Primeiro, do Artigo 7o, do Estatuto Social, relativamente à não cumulatividade dos cargos.

Tendo em vista a ascensão do senhor Luiz Carlos Trabuco Cappi à Presidência do Conselho de Administração, foi nomeado para Vice-Presidente o senhor Carlos Alberto Rodrigues Guilherme, membro do Órgão desde 10/3/2009.

Aos senhores Luiz Carlos Trabuco Cappi e Carlos Alberto Rodrigues Guilherme nossos votos de sabedoria na condução do Conselho de Administração da Sociedade, para que, em conjunto com os demais Administradores e Funcionários da Organização, trabalhem para tornar o Bradesco uma instituição cada vez mais forte e dinâmica, sempre satisfazendo seus milhões de clientes e milhares de acionistas, com participação ativa no desenvolvimento do nosso País.

Núcleo Cidade de Deus, Osasco, SP, 10 de outubro de 2017

Banco Bradesco S.A.

 

Alexandre da Silva Glüher 
Diretor Executivo Vice-Presidente, Chief Risk Officer (CRO) e Diretor de Relações com Investidores (Fonte: G1)