As assembleias devem envolver cerca de 99 mil trabalhadores, de 36 sindicatos

- EBC -Os trabalhadores e trabalhadoras dos Correios vêm se organizando para realizar Assembleias Gerais na próxima terça-feira (3), para discutir se entram em greve geral. Caso aprovada, a greve terá início já no dia 04 de março.

O principal motivo para a paralisação das atividades é a possibilidade de privatização da estatal, anunciada pelo governo federal. Além disso, tramitam no Congresso Nacional propostas consideradas pela categoria como ameaças ao método de funcionamento dos Correios.

O Projeto de Lei nº 7488/2017 visa a quebra do monopólio postal e a (PEC) nº 149, se aprovada, permitirá que o serviço possa ser explorado mediante autorização, concessão ou permissão.

As assembleias devem envolver cerca de 99 mil trabalhadores, de 36 sindicatos filiados a e não filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect). (Fonte: Brasil de Fato)

0
0
0
s2sdefault